Minimalismo: roupas e calçados

09:00

Como já vimos, o minimalismo não tem regra geral, mas você pode criar suas próprias regrinhas pessoais pra conseguir se adaptar a essa escolha de vida fantástica. Já falei sobre como minimalizo os papéis e hoje vou falar sobre roupas e calçados.


Esse é um assunto bem pessoal mesmo porque cada um tem o seu estilo, gosta de determinado tipo de roupa e calçado e é dentro dos seus gostos e das suas possibilidades que você pode melhorar. Eu estou buscando o minimalismo nessa área a partir das seguintes coisinhas:

- Encontrar meu estilo: saber o que eu gosto, com qual tipo de roupa/calçado me sinto bem e o mais importante: não usar o que não gosto, só porque você tem não significa que é obrigada a usar. Novamente citando o blog da Camis: busque sua essência.

- Deixar ir: depois que encontramos nosso estilo e definimos como é a nossa maneira de vestir, tudo aquilo que não faz parte do que escolhemos deve ter outra finalidade, seja doação, venda, troca ou dependendo do estado ser jogado fora, o importante é não ficar com o armário cheio de coisas que não dizem nada para você. A Maki deu 5 dicas para desapegar das roupas que você não ama mais.

- Pesquisar marcas: depois de definir meu estilo, deixar ir aquilo que não faz mais parte e ficar somente com aquilo que te faz bem, se estiver precisando comprar mais alguma coisa é hora de pesquisar por marcas e lojas que combinem com ele, que sejam éticas e que produzam com qualidade. A Isabel Alves produziu um Guia de compras éticas bastante completo que achei o máximo.

- Comprar somente o necessário: quando você encontra seu estilo, deixa ir o que não te serve mais e pesquisa marcas legais para comprar o que for preciso, acaba percebendo que não precisa comprar muito mais depois, porque geralmente as peças conversam entre si e dá pra fazer várias combinações com elas. Por isso você terá que comprar roupas/calçados novos muito raramente e somente quando realmente precisar.

Minimalismo não é sobre ter menos, é sobre ter apenas o que importa, apenas o que te faz bem e te deixa feliz, é se livrar de excessos e abraçar o essencial.

Posts Relacionados

2 suspiros

  1. Adorei o post.
    Eu quero muito aderir ao chamado armário capsula e aplicar o minimalismo aqui em casa. É um pouco difícil porque meu namorado é um pouco acumulador demais, mas um dia eu consigo! Eu gosto muito da ideia de comprar consciente e somente o suficiente, isso quebra um pouco do consumo desenfreado que temos no Brasil, hoje em dia as pessoas compram demais peças que nem sequer irão usar e vamos combinar que nos tempos de crise aderir ao minimalismo no armário é quase que uma salvação.

    Beijos da Pink do blog Pink is not Rose 🖤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Carol, além da leveza na vida ainda ajuda na nossa economia hahaha. Obrigada pela visita <3

      Excluir